Chef Carolina Bernardes ensina receita de quibe vegano. Foto: Jéssica Andrade/Pauta Gastronômica



Abóbora substitui proteína de origem animal. Especiarias garantem o sabor do prato, que rende 6 porções e fica pronto em 45 minutos


As dietas veganas e vegetarianas tem ganhado cada vez mais adeptos. O objetivo é reduzir o maltrato e a exploração animal. Os onívoros - pessoas que comem de tudo - acham difícil viver sem carne. Mas é possível comer pratos deliciosos substituindo alimentos de origem animal por vegetal, tornando-os mais saudáveis, com ingredientes nutritivos leves e funcionais.

Para variar o cardápio de quem não come carne, a chef Carolina Bernardes ensina o passo a passo do quibe de abóbora cabotiã. Uma versão do tradicional prato árabe, preparado apenas com trigo, vegetais e especiarias. “Para os celíacos, é possível ainda trocar o trigo por quinoa”, explica a chef.

Antes de iniciar a graduação em gastronomia, Caroline já cozinhava por prazer e empreendedorismo. Fabricava bombons em casa e vendia na escola para garantir uma renda extra. Após se formar, em 2012, decidiu não continuar no ramo da confeitaria. A convite de uma amiga, foi trabalhar em um centro de cursos de terapia alternativa, onde se especializou em comida vegana.

“Descobri uma gastronomia totalmente diferente da que estudei na faculdade, me apaixonei e me aprofundei cada vez mais”, diz Bernardes. Atualmente, a chef ministra palestras e oficinas sobre culinária vegana, trabalha como personal chef e faz consultoria domiciliar.  

“As pessoas têm se despertado mais para a alimentação saudável. É mais que uma moda e vai além da estética. As gerações passadas abusam do consumo de proteínas animais. A consequência são as intolerâncias e alergias que vemos hoje. A tendência é que as pessoas se conscientizem e busquem uma alimentação mais consciente”, afirma.  

Além da saúde ou da preocupação ambiental, segundo Caroline, o custo da alimentação vegana é mais baixo. “A carne é a matéria prima mais cara do mercado. Sempre brinco com os meus alunos que, se não querem mudar a alimentação pela saúde ou sustentabilidade, que façam pelo bolso. Você vai ver o quanto vai economizar”, garante a chef. Além disso, segundo Caroline, a alimentação vegana produz 80% menos lixo. “Você compra tudo na feira, a granel, sem pacotinhos”.

INGREDIENTES
  • 900g de Abóbora japonesa com casca;
  • 250g de Trigo para kibe;
  • Sal a gosto;
  • 1 limão;
  • 1⁄2 xíc. de chá de shoyu;
  • 1 cebola;
  • 1 pedaço de gengibre pequeno;
  • 1 maço de hortelã lavado e desfolhado;
  • Azeite a gosto ;


MODO DE PREPARO


PASSO 1: Corte a abóbora com casca em cubos grandes e cozinhe no vapor por 25 a 30 minutos, ou até que fique macia. Pique o hortelã, a cebola e o gengibre.


PASSO 2: ainda sem hidratar o trigo, junte o suco do limão, a cebola, o gengibre, a hortelã e o shoyu. Misture bem. Acrescente água morna até cobrir o trigo temperado, cerca de 1cm acima de todo o preparo. Reserve por 30 minutos até que o trigo esteja totalmente hidratado.

PASSO 3: Pré-aqueça o forno a 180°C.  Em um vasilha amasse as abóboras cozidas com um garfo e misture ao preparo do trigo temperado e hidratado. Finalize com sal e pimenta do reino a gosto, se necessário.

PASSO 4: Unte uma assadeira coloque toda a massa de maneira uniforme, faça cortes diagonais para decorar.

PASSO 5:  Asse a 180ºC por 40 min. ou até a superfície ficar corada. Sirva com azeite e hortelã fresco.
MODO DE PREPARO



SERVIÇO
CAROLINA BERNARDES
culinária vegana e consultoria domiciliar
61 99260-6759
@ber_carolina

Deixe um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.